Reading Time: 2 minutes

Vivemos em uma sociedade que faz um culto exagerado à estética. No Brasil, culturalmente, valorizamos muito os atributos estéticos – somos o segundo país, atrás dos Estados Unidos, na busca por procedimentos cirúrgicos estéticos. O peso dentro de uma sociedade com esses valores pode ser um inimigo de qualquer pessoa que busca apenas um número na balança.

Quando falamos em peso, temos que buscar a relação adequada entre nossa altura e nosso peso: o IMC. [Calcule o seu].

Se o seu IMC está alto, ou seja, a relação entre o índice de gordura e massa magra, uma combinação para a perda do peso de forma natural e segura é  uma alimentação balanceada, sono adequado e atividades físicas.

Uma alimentação saudável

Para uma alimentação saudável, que contribui para a perda de peso, consuma alimentos de todos os grupos: cereais, frutas e vegetais, derivados do leite com menor teor de gordura, carnes magras (frango e peixe), feijão e castanhas. A água é também uma importante aliada, tome ao menos dois litros por dia.

Sono

Quando temos uma boa noite de sono, nosso corpo descansa e a nossa ansiedade diminui. Por isso, é fundamental regularidade e qualidade do sono. Dormir bem ajuda na perda e no controle de peso. Além do que, quando dormimos mal, não temos disposição para fazer exercícios físicos

[Saiba também: Como a homeopatia ajuda a combater a ansiedade ]

Plantas que estimulam a perda de peso

Algumas plantas são fundamentais para ajudar o organismo na perda de peso. Elas podem ser divididas em 3 grupos: termogênicas, desintoxicantes e diuréticas.

Termogênicas: aceleram o metabolismo e a queima de calorias.
Boldo, carqueja, chás verde, branco e vermelho, casca de laranja amarga, fucus, guaçatonga, hibisco e salsaparrilha.

Desintoxicantes: auxiliam na desintoxicação alimentar e na limpeza do organismo.
Alecrim, bardana, camomila, capim -cidreira, cardo-santo ou cardo-mariano, centelha, coentro, dente-de-leão, erva-doce, espinheira-santa, hortelã e sálvia.

Diuréticas: ajudam na eliminação de toxinas.
Alfafa, borragem, cabelo de milho, cavalinha, quebra-pedra e sete sangrias.